EXPOSIÇÕES

Exposições Individuais

1962
- Galeria Macunaíma, Rio de Janeiro
1964
- Petite Galerie, Rio de Janeiro
1965
- Galeria Morada, Belo Horizonte
- Petite Galerie,Rio de Janeiro
1966
- Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1968
- Galeria Debret, Paris


1974
- Galeria Arte Global, São Paulo
- Coleção Gilberto Chateaubriand, Galeria Maison de France, Rio de Janeiro
- Petite Galerie, Rio de Janeiro
1978
- Galeria Saramenha, Rio de Janeiro
1979
- Galeria Andréa Sigaud, Rio de Janeiro
- Coleção do Museu Nacional De Belas Artes, Rio de Janeiro
1984
- Galeria Saramenha, Rio de Janeiro
1987
- Roberto Magalhães - 25 Anos – Retrospectiva, Galeria Investiarte, Rio de Janeiro
- Petite Galerie, Rio de Janeiro
- Exposição Comemorativa – 25 Anos, Galeria Saramenha, Rio de Janeiro
- Galeria Cleide Wanderley, Rio de Janeiro
1988
- Embaixada do Brasil, Londres
1991
- GB Arte, Rio de Janeiro
1992
- Exposição Retrospectiva – 30 Anos, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- Galeria Saracine, Rio de Janeiro
1994
- Museu da Chácara do Céu, Rio de Janeiro
1995
- “O Traço e a Matriz”, Instituto Cultural Villa Maurina, Rio de Janeiro
- “Xilografia / Xilogravura”, Museu de Las Artes, Guadalajara - México
1996
- Retrospectiva, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1997
- “Roberto Magalhães- Obras em Papel”, Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, Rio de Janeiro
1998
- “Desenho é Fundamental”, GB Arte, Rio de Janeiro
- “Roberto Magalhães- Pinturas Dibujos y Grabados”, Museo de Arte Comteporaneo de Caracas Sofía Imber,Caracas - Venezuela
- Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- Galeria de Arte do Brasil, São Paulo
2000
- Instituto de Cultura Brasil - Colombia, Bogotá
2001
- “Desenhos”, Instituto Moreira Salles, Rio de Janeiro/São Paulo/ Belo Horizonte/ Poços de Caldas.
2002
- “O Universo de Roberto Magalhães”, Murilo Castro Escritório de Arte, Belo Horizonte
2006
- “Delicadezas”, Casa Galeria, Paraty, Rio de Janeiro
- Valu Oria Galeria de Arte, São Paulo
2007
- “Eu”, Márcia Barroso do Amaral Galeria de Arte, Rio de Janeiro
- “Eu”, Arte 21 , Rio de Janeiro
2008
- “Otrebor - A Outra Margem”, Caixa Cultural, Brasília
- “Roberto Magalhães”, Referência Galeria de Arte, Brasília
- “Otrebor - A Outra Margem - Atípicos”, Caixa Cultural, Rio de Janeiro
2009
- “Otrebor - A Outra Margem - Atípicos”, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo
- “Roberto Magalhães”, TNT Galeria, Rio de Janeiro
- “A Primavera de Roberto Magalhães”, TNT Galeria, Rio de Janeiro
2010
- “Roberto Magalhães”, James Lisboa Galeria, São Paulo
- “Roberto Magalhães em Resende”, Museu de Arte Moderna de Resende
- “Genealogias do Contemporâneo” – Coleção Gilberto Chateaubriand – Mergulho na Coleção, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2011
- “Preto/Branco -1963-1966” - Xilogravuras e Desenhos - Parque Lage - Rio de Janeiro
- “Roberto Magalhaes” - Pinturas e Desenhos - Art Museum of Beijing Fine Art - China
- “No Desenho - Tudo é Possível” - Galeria Celso Albano - Brasilia
- “Imaginário” - TNT Galeria de Arte - Rio de Janeiro
2012
- “Quem sou, de onde vim, para onde vou” - Paço Imperial - Rio de Janeiro
- “Observador de Tudo” - Mul.ti.plo Espaço Arte - Rio de Janeiro
2013
- “Viagem Astral” - Galeria Marcia Barrozo do Amaral - Rio de Janeiro
2016
- Sem pé nem Cabeça - Pinturas e lançamento de um livro-objeto - Carbono Galeria de Arte - São Paulo



Principais Exposições Coletivas

1963
- “1º Exposição do Jovem Desenho Nacional” , Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
1964
- “1º Exposição da Jovem Gravura Nacional” , Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
- “Gravuras Brasileiras”, Print Club, Philadelphia - EUA
- “XIII Salão Nacional de Arte Moderna”, Rio de Janeiro
- “IV Bienal Internacional de Gravura”, Tóquio
- “Brazilian Art Today”, Royal Academy, Londres
- “Resumo JB” , Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- Salão Comparaison, Paris
1965
- “Opinião 65”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “VII Bienal de São Paulo” , São Paulo
- “Brasilianische Kunst Heute”, Viena
- “IV Bienal de Paris”
- “Ocho Grabadores Brasileños”, Galeria Rene Metras, Barcelona – Espanha
1966
- “Primeiro Salão de Abril” , Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “Vanguarda Brasileira”, Galeria G4, Rio de Janeiro
- “Arte Contemporânea Brasileira”, Museu de Arte Moderna, Buenos Aires/Argentina
- “Opinião 66”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “XV Salão Nacional de Arte Moderna”, Rio de Janeiro
- “Gravadores Brasileiros”, Cornell University, USA
- “Bienal De Gravuras”, Santiago, Chile
- “Exposição de Gravuras”, Kiko Galery, Texas
- “Brazilian Print Show”, Tóquio
- “Super Market”, Galeria Relevo, Rio de Janeiro
1967
- “Nova Objetividade Brasileira”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “Jovem Arte Contemporânea”, Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
1968
- “Brinquedos”, Galerie Saint-Luc, Paris
- “Resumo JB”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “I Bienal da Bahia” , Salvador
1974
- “Panorama do Desenho Brasileiro” , Campinas
- “Cinco Desenhistas Brasileiros”, Galeria Maison De France, Rio de Janeiro
1975
- “Exposição Inaugural da Sala Cecília Meireles”, Rio de Janeiro
1978
- “Objeto na Arte Brasileira, Anos 60” , Museu de Arte Brasileira, São Paulo
1980
- “Arte Latino Americana”, USA
1982
- “O Universo do Futebol”, Acervo Galeria de Arte, Rio de Janeiro
1984
- “Vinte e Sete Paisagens Brasileiras”, Museu de Arte Moderna
- “Primeiros Trabalhos”, Galeria , Maison de France, Rio de Janeiro
- “A Xilogravura na História da Arte Brasileira”, Funarte, Rio de Janeiro
- “Retrato e Auto Retrato na Arte Brasileira”, Museu de Arte Moderna, São Paulo
- “Brasil Desenho”, Palácio das Artes, Belo Horizonte
- “Viva a Pintura”, Petite Galerie, Rio de Janeiro
- “Arte Brasileira Atuante”, Rio de Janeiro
1985
- “Figura Hoje”, Galeria Ibeu, Rio de Janeiro
- “Caligrafias e Escrituras”, Funarj, Rio de Janeiro
- “Pequenos Espaços”, Galeria GB, Rio de Janeiro
- “Encontros”, Petite Galerie, Rio de Janeiro
- “Desenho, Velha Mania”, Parque Lage, Rio de Janeiro
- “Brasilidade e Independência” , Museu da Casa Brasileira, São Paulo
- “O Retrato do Colecionador – Uma Coleção de Auto Retratos”, Espaço Cultural Cemig, Belo Horizonte
- “Destaques da Arte Contemporânea Brasileira”, Museu de Arte Moderna,São Paulo
1986
- “Pintura e Poesia”, Espaço BNDES, Rio de Janeiro
- “Transvanguarda e Culturas Nacionais”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “Gravura Contemporânea Brasileira”, Cenarte, Rio de Janeiro
1987
- “Rio de Janeiro, Fevereiro e Março”, Galeria Banerj,Rio de Janeiro
- “São Paulo-Rio-Paris”, Galeria Montessanti, São Paulo
- Galeria 1900-2000, Paris - Galeria Montessanti, Rio de Janeiro
- “Nova Figuração – Rio / Buenos Aires”, Instituto Cultural Brasil-Argentina, Rio de Janeiro
- “Modernidade – Arte Brasileira do Século XX”, Museu de Arte Moderna de Paris / Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
- “63/66 - Figura e Objeto” , Galeria Millan, São Paulo
- “Hedonismo – Coleção Gilberto Chateaubriand”, Rio de Janeiro
1989
- “Viva Brasil!”, Galeria 1900-2000, Paris
- “Momentos”, Rio Design Center, Rio de Janeiro
- “Exposição Brasil-Japão de Arte Contemporânea” , Tóquio
- “Gravura Brasileira: Quatro Temas”, Parque Lage, Rio de Janeiro
1990
- “Primavera 90”, Galeria H. Stern, Rio de Janeiro
1991
- “Seis Artistas Latinos Americanos”, Galeria 1900-2000, Paris
- “A Árvore de Cada Um”, Galeria Montessanti-Roesler, São Paulo
- “Mario Pedrosa – Arte, Revolução, Reflexão”, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- “O Que Faz Você Agora, Geração 60?”, Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
- “5 X Arte”, Galeria Moviarte, Rio de Janeiro
1992
- “Gravura de Arte no Brasil”, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- “Natureza – Quatro Séculos de Arte no Brasil”, Centro Cultural, Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- “Coleção Gilberto Chateaubriand - Anos 60 e 70”, Galeria Sesi, São Paulo
- “As Artes do Poder”, Paço Imperial, Rio de Janeiro
- “Diversité Latino Americaine”, Galerie 1900 - 2000 , Paris
- “A Caminho de Niteroi” , Paço Imperial, Rio de Janeiro
1993
- “O Desenho Moderno no Brasil”, Galeria Sesi, São Paulo
- “Hieróglifos da Cosmologia”, Museu Judaico, Rio de Janeiro
- “Xilogravuras”,Parque Lage, Rio de Janeiro
- “O Papel do Rio”, Paço Imperial, Rio de Janeiro
- “Emblemas do Corpo”, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- “Brasil - 100 Anos de Arte Moderna”, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
1994
- “Bienal Brasil Século XX”, Pavilhão da Bienal, São Paulo
- “Futebol e Arte”, Rio Design Center, Rio de Janeiro
- “100 Anos de Futebol Arte”, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
- “Os Novos Viajantes”, Sesc, São Paulo
1995
- “Representações do Feminino”, Rio Design Center, Rio de Janeiro
- “Opinião 65 – 30 Anos”, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- “Da Cor do Rio” , Espaço Cultural dos Correios, Rio de Janeiro
- “A Nova Figuração – Anos 60”, Galeria Jean Boghici, Rio de Janeiro
- “Salão em Preto e Branco”, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
- “O Teatro Faz Arte”, Rio Design Center, Rio de Janeiro
- “Os Filhos do Abaporu”, Galeria Arte do Brasil, São Paulo
- “Papel Do Brasil – Arte Contemporânea”, Palácio dos Trabalhadores, Pequim
1996
- “4 Mestres da Gravura Brasileira”, Galeria Sesc, Rio de Janeiro
- “70 Anos de Arte em Santa Tereza”, Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, Rio de Janeiro
- “Antônio Dias – Roberto Magalhães”, Paço Imperial, Rio de Janeiro
- “O Papel da Coleção” - Gravuras e desenhos da coleção Monica e George Kornis - Paço Imperial - Rio de Janeiro
- “Petite Galerie: Uma Visão da Arte Brasileira”, Paço Imperial, Rio de Janeiro
1997
- “Ar”, Paço Imperial, Rio de Janeiro
1998
- “30 Anos de 68”, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
- “Futebol Arte 98”, Memorial da América Latina, São Paulo
- “Espelho da Bienal”, Museu de Arte Contemporânea, Niterói
- “Uma Visão da Arte Contemporânea”, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
1999
- “A Ressacralização da Arte”, Galeria Sesc, São Paulo
- “Rio Gravura”, Espaço Cultural Dos Correios, Rio de Janeiro
2000
- “Ibeu – Sessenta Anos de Arte”, Galeria Ibeu, Rio de Janeiro
- “Antônio Dias/ Carlos Vergara/ Roberto Magalhães/ Rubens Guerchman”, GB Arte, Rio de Janeiro
- “Mostra do Redescobrimento”, Edifício Bienal, São Paulo
- “Brasilidades”, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro
- “Situações – Arte Brasileira Anos 70”, Casa França - Brasil , Rio de Janeiro
2001
- “Ponte Aérea”, GB Arte, Rio de Janeiro
- “Aquarela do Brasil”, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro
2002
- “Caminhos do Contemporâneo”, Paço Imperial, Rio de Janeiro
2003
- “Autonomia do Desenho”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
- “Arte em Movimento”, Bndes, Rio de Janeiro
2004
- “O Preço da Sedução”, Itaú Cultural, São Paulo
- “Espaço Lúdico”, BNDES, Rio de Janeiro
2005
- “Brésil Foot Art”, Galerie 1900–2000, Paris
2006
- “Os Onze”, Embaixada do Brasil, Berlim
- “Futebol Arte”, Espaço Cultural Vivo, São Paulo
2007
- “Vanguarda Tropical”, Galeria Ricardo Camargo, São Paulo
- “Anos 70 – Arte Como Questão”, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo
- “Auto Retrato do Brasil”, Paço Imperial , Rio de Janeiro
- 1ª Bienal de Brasília, Brasília
2008
- “A Gravura Brasileira na Coleção Mônica e George Kornis”, Caixa Cultural, Brasília e Rio de Janeiro
- “Arte Brasileira 1963-1978”, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2010
- “Forma(Ação) Gráfica”, Escola de Artes Visuais, Parque Lage, Rio de Janeiro
2012
- “Espelho Refletido”, Centro de Arte Helio Oiticica, Rio de Janeiro
- “Desenho Brasileiro Contemporâneo”, Centro Cultural da Justiça Federal, Rio de Janeiro
2013
- "Panamericana Art Collection", São Paulo
- "30 x Bienal - Transformações da Arte Brasileira - Retrospectiva", São Paulo
2015
- "Opinião 65 - 50 anos depois", Pinakoteke Cultural, Rio de Janeiro
- "Opinião 65 - 50 anos depois", Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2017
- "Modos de Ver o Brasil" - Itaú Cultural 30 anos, Oca, São Paulo
2019
- “Os Anos em que Vivemos em Perigo”, MAM, São Paulo
- "Roberto Carlos" - Roberto Magalhães e Carlos Vergara - Galeria Multiplo, Rio de Janeiro



 
Copyright © 2019  •  ROBERTO MAGALHÃES •  Todos os direitos reservados.